Trump deixa de ser o tema mais destacado em semana de futebol

Fevereiro 13, 2017 • Barómetro de notícias • by

Os dados do barómetro de notícias apontam para a diminuição do interesse jornalístico sobre Donald Trump. Após duas semanas consecutivas a dominar os destaques noticiosos, o tema caiu para segundo lugar da tabela e representou apenas 9% dos destaques contra 18% na semana passada.

Por sua vez, o futebol regressou ao topo da agenda jornalística em semana de “clássico” na Primeira Liga de futebol. O desafio entre FC Porto e Sporting CP ocupou 10% dos destaques numa semana marcada pela dispersão noticiosa. Os dez temas mais destacados estão separados por 7,5 pontos percentuais.

barometro-06-03-de-fev-a-09-de-fev-2017-tabela

Ficha técnica

Análise de conteúdo realizada numa amostra de 388 peças noticiosas destacadas diariamente em 17 órgãos de comunicação social generalistas. Foram analisadas as 4 notícias com maior destaque nas primeiras páginas da Imprensa (CM, PÚBLICO, JN e DN), as 3 primeiras notícias nos noticiários da TSF, RR e Antena 1 das 8 horas, as 4 primeiras notícias nos jornais televisivos generalistas das 20 horas (RTP1, SIC, TVI, CMTV) e as 4 notícias mais destaques nas páginas online de 6 órgãos de comunicação social generalistas seleccionados com base nas audiências de Internet e diversidade editorial (amostra revista anualmente). Desde junho de 2016 fazem parte da amostra as páginas de Internet do PÚBLICO, Expresso, Observador, TVI24, SIC Notícias e JN.

O Barómetro de Notícias é desenvolvido pelo Laboratório de Ciências de Comunicação do ISCTE-IUL como produto do Projeto Jornalismo e Sociedade e em associação com o Observatório Europeu de Jornalismo. É coordenado por Gustavo Cardoso, Décio Telo, Miguel Crespo e Ana Pinto Martinho. A codificação das notícias é realizada por Rute Oliveira, João Lotra e Sofia Barrocas. Apoios: IPPS-IUL, Jornalismo@ISCTE-IUL, e-TELENEWS MediaMonitor / Marktest 2015, fundações Gulbenkian, FLAD e EDP, Mestrado Comunicação, Cultura e Tecnologias de Informação, LUSA e OberCom.

Print Friendly

Send this to friend